Arquivo de Categoria

Ilustração

Os melhores filmes das últimas décadas em um único clipe

Animação/Arte/Ilustração/Lifestyle/Música

A banda CRUISR, lançou, já há algum tempo, o clipe “All Over“, que reúne em uma animação de 3′, cenas clássicas de filmes das últimas décadas, desde ‘Psicose’, de Hitchcock, passando por ‘Pulp Fiction’ de Tarantino e por ‘Ela, do diretor indie Spike Jonze.

O grande barato de assistir ao clipe, é acompanhar a música tentando descobrir qual é a cena.

 

A biografia autorizada do patrão

Arte/Ilustração

Em 1969, Silvio Santos ganhou sua primeira biografia escrita pelo roteirista Rubens Francisco Luccetti e ilustrada por Sérgio M. Lima. A obra, em formato de quadrinhos, é a única autorizada e reconhecida pelo “Homem do Baú”, e o curioso, é que foi escrita 12 anos antes da fundação da TVS (SBT).

O HQ “Silvio Santos: Luta e Glória“, teve uma tiragem de 200 mil exemplares que se esgotaram rapidamente e que se encontram nas mãos de poucos colecionadores. Pensando nisso,
Spaca em entrevista recente ao portal UOL, revelou que uma nova tiragem – de apenas 1000 exemplares – está prevista para o segundo semestre de 2017.

ss2

Silvio Santos é um dos maiores comunicadores do Brasil, com mais de 50 anos, dos seus 86, dedicados a profissão.

Arte explícita

Arte/Ilustração

Os desejos costumam criar fantasias e inspirar realidades entre os nossos segredos mais íntimos. É aí que a imaginação se mistura com o factual, o impossível se torna possível, o possível é de fato possível e o impossível não existe.

A ilustradora Apollonia Saintclair em seus traços desenha a imaginação erótica com realismo, para nos transportar ao campo da imaginação despertando os impulsos e causando confusão em o que é de fato fantasia ou retrato da realidade.

Apollonia não revela sua identidade, para que suas linhas sejam de  fato a voz do seu trabalho. Confira seu Tumblr e acompanhe o Facebook.

 

Manoel de Barros, musicado e animado

O projeto Crianceiras, que já é CD e espetáculo, agora também virou um aplicativo cheio de animações para levar a poesia de Manoel de Barros, as crianças, de forma lúdica e interativa.

Crianceiras, foi lançado com dez clipes animados, além de quatro poesias interativas e de um “caderno” no qual os leitores podem interagir com as palavras e ver animações, sons e definições. Os poemas foram musicados pelo compositor Márcio de Camillo e iluminuras da Martha Barros, filha do poeta.

Bruna Pligher, responsável pela direção e produção, afirmou:

Nada vai substituir a poesia em seu estado mais puro. Mas o app serve como um convite à poesia e a apresenta em uma nova forma. Colocar a obra do poeta numa tecnologia de que as crianças gostam pode provocar nelas uma nova percepção da arte e aumentar o interesse pelos livros do Manoel.

O app oferece quatro recursos: clipes, poesias, desenhar e foto e pode ser baixado gratuitamente para iOS e Android.

Arte na tela do seu Mac

Arte/Ilustração

O Kuvva foi criado, em 2012, por uma pequena equipe de criativos que buscava reunir em uma plataforma, ilustrações pop art, de forma colaborativa.

Os trabalhos reunidos através de curadorias da própria equipe, dão visibilidade a ilustradores de todo o mundo, ao mesmo tempo em que proporcionam remuneração aos artistas, seja vendendo licenças comerciais ou em views dos papeis de parede para Mac’s

O aplicativo pode ser baixado na iStore e configurado conforme seu interesse de visualização e tempo de exibição. Vale destacar também, que existe uma versão para iPhone, no entanto, o Kuvva deixa um pouco a desejar, já que perde algumas funcionalidades.

Porco aranha, porco aranha…

Arte/Ilustração

Spider-Ham (Peter Porker) é uma paródia do popular personagem da Marvel Comics, Homem-Aranha, criado por Tom DeFalco e Mark Armstrong.

Sua primeira aparição foi na edição especial cômica Marvel Tails Starring Peter Porker, the Spectacular Spider-Ham nº1, que posteriormente virou uma série de 17 edições com periodicidade bimestral publicada pelo selo Star Comics da Marvel.

O Personagem

Peter Porker era uma aranha, nasceu aranha, e seu nome era simplesmente Peter. Ele morava no porão do laboratório de May Porker, essa sim, uma porquinha cientista meio desastrada que havia criado “o primeiro secador de cabelo a energia atômica”, com a esperança de introduzir a fissão nuclear nos salões de beleza americanos e revolucionar a indústria cosmética.

Captura de Tela 2016-01-19 às 14.18.52

Tudo parecia correr bem, mas depois de molhar a cabeça e ativar o secador, May Porker acidentalmente se irradiou e, num estado de confusão mental, mordeu Peter, que então se transformou em um suíno antropomórfico – cuja forma aparente evoca a de um ser humano -, desorientado e fugindo do ataque, Peter logo descobriu que detinha habilidades aracnídeas.

Isto é surpreendente! Sou uma aranha com as limitações de um porco? Ou um porco com a força e agilidade proporcionais às de uma aranha? Me tornei algo maior do que um porco ou uma aranha… eu me tornei Spider-Ham!

Após esta série surpreendente de eventos, Peter (que adotou o sobrenome “Porker”, o de seu benfeitor May Porker, que após o acidente reverteu mentalmente para um estado em que ela acreditava que era a tia amorosa de Peter) dedicou-se e sua recém-descoberta habilidades para lutar contra a injustiça como a Spectacular Spider-Ham.

A Primeira Aventura

Porker, em seu alter-ego teve sua primeira aventura ao lado do Capitão Capt. Americat (um gato antropomórfico), tentando evitar os planos do “The Marauder”, numa série de eventos que levou à criação do Coelhinho-Hulk… diga não às drogas mas isso é uma outra história.

Hot Simpsons

Arte/Ilustração/Publicidade

Steve Cutts é um ilustrador muito foda (confira sua página aqui), e justamente por isso, a FOX encomendou uma versão especial para a abertura de Os Simpsons.

Cutts explorou Homer e sua turma de forma sensual e perigosa, inspirado em Miami Vice, mas certamente você não os reconheceria, a não ser por suas peles amarelas e pelo sofá, afinal Donuts não deixam um corpo assim!

 

A Segunda Guerra Mundial e seus números assustadores

Animação/Arte/Ilustração

The Fallen of Word War II é um dos mais impressionantes projetos de levantamentos de dados de 2015 que alia a linguagem documental a animação, podendo ser interativo ou não (clique aqui e escolha).

Se ver o noticiário não nos deixa esperançosos sobre o nosso futuro, ver os números talvez nos deixe…
O vídeo dura um pouco mais de 18′ (clique em CC para legenda em português), vale a pena separar um pouco do seu tempo para assistir a essa aula da história recente da humanidade, que usa a plataforma digital para ilustrar ao espectador os dados coletados na pesquisa sobre a Segunda Grande Guerra.
O interessante do projeto é poder mostrar em números, a grandiosidade do conflito, comparando-o com outras guerras conhecidas pela humanidade, chamando a atenção também, para a nossa não percepção para os chamados “tempo de paz”.
Por fim, o material mostra aos jornalistas, documentaristas, pesquisadores, alunos e etc, que existe um novo caminho para contar velhas histórias, prendendo a atenção do público e conseguindo o engajamento da informação.
Go to Top